Por Alan Rosati Brunes, gerontólogo

Essencialmente, a Fisioterapia em idosos é utilizada para retomar funções e/ ou amenizar o impacto do envelhecimento patológico e fisiológico do idoso por meio de uma gama de técnicas. Dentre elas, podemos citar:

Hidroterapia: terapia realizada no ambiente aquático. Devido a baixa ação da gravidade, a terapia se torna mais fácil e segura. Forças diferentes são aplicadas neste meio que auxiliam na reabilitação. É possível então realizar treinos de equilíbrios, força e flexibilidade.

Mecanoterapia: terapia realizada com aparelhos mecânicos. Utilizando halteres, molas, elásticos, entre outros, os exercícios resistidos são os mais eficientes para aumentar a capacidade contrátil e o volume músculo-esquelético.

Cinesioterapia: terapia realizada através de movimentos passivos e assistidos. Dentre os objetivos desta modalidade, pode-se citar a prevenção e tratamento das disfunções ortopédicas, o desenvolvimento, a restauração e a manutenção da resistência ou força muscular, além da melhora da mobilidade articular, da flexibilidade muscular e coordenação.

Cabe ao profissional realizar avaliações periódicas para escolher suas condutas, sempre se baseando em evidências científicas.

Deixe uma resposta Cancelar resposta